Blog

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn

Saiu na mídia – Mattar foi desmentido pela presidente da Dataprev

O site Capital Digital notou uma visível incoerência entre membros do governo atualmente ligados ao destino que Dataprev e Serpro – e os serviços sensíveis de Estado que prestam – terão. Enquanto a presidente da Dataprev escreve para os funcionários da empresa que a demissão de 493 empregados nada tem a ver com o processo de privatização; o secretário Salim Mattar comemora os desligamentos no Twitter como parte integral deste trâmite.

Segundo Luiz Queiroz:

“Passou despercebido por mim ontem, mas hoje, com o dia supostamente mais calmo, deu para refletir sobre as entrelinhas da cartinha que a presidente da Dataprev encaminhou para os funcionários internamente na empresa.

Ela desmentiu o secretário que cuida das privatizações, Salim Mattar. Ao desvincular as demissões dos 493 funcionários das regionais com o processo de privatizações que Mattar vem conduzindo, ela isolou o secretário.

No dia 8 de janeiro Salim Mattar foi para as redes sociais festejar as demissões, alegando que essa, entre outras medidas, ajudaria a melhorar a saúde financeira da empresa para o processo de privatização. Ou seja: o preço de venda. Christiane, por sua vez, negou essa intenção.”

Para ler a matéria e as afirmações divergentes de ambas as partes, clique aqui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *