salve.seus.dados@gmail.com

Saiu na mídia – Vazamentos de dados no Bradesco, na Unimed, e na Claro

Saiu na mídia – Vazamentos de dados no Bradesco, na Unimed, e na Claro

Reiteramos a nossa posição de que nenhuma empresa está livre de vazamento de dados, porque até gigantes da tecnologia já sofreram com problemas do tipo.

Entretanto, as notícias mostradas a seguir, relatando investigações acerca de vazamento de dados ocorridos no Bradesco, na Unimed, e na Claro, mais uma vez ressaltam que a iniciativa privada não é tão impecável e eficiente quanto os defensores das privatizações afirmam. Em especial, estas ocorrências derrubam o argumento do governo de que os dados dos cidadãos estariam seguros em empresas privadas pois, assim como os bancos com o sigilo bancário de seus clientes, não haverá vazamentos.

A Dataprev e o Serpro guardam dados que dizem respeito aos cidadãos brasileiros e que são de interesse único e exclusivo do Estado; informações sensíveis como renda, vínculos empregatícios, benefícios previdenciários, e licenças médicas. Por isso, essas bases de dados devem permanecer sob o controle do governo e de empresas que pertencem ao povo brasileiro.

Vazamento no Bradesco: https://www.uol.com.br/tilt/noticias/redacao/2019/11/09/falha-no-bradesco-permitia-que-hacker-sequestrasse-conta-online.htm

Vazamento na Unimed: https://www.uol.com.br/tilt/noticias/redacao/2019/11/17/falha-em-sistema-da-unimed-expoe-dados-pessoas-e-ate-exames-de-pacientes.htm

Vazamento na Claro: https://www.uol.com.br/tilt/noticias/redacao/2019/11/18/brecha-em-site-da-claro-deixa-expostos-dados-de-8-milhoes-de-clientes.htm

Compartilhe:

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *