salve.seus.dados@gmail.com

Saiu na mídia – Acesso digital a serviços públicos gera economia de R$ 1,7 bi por ano

Saiu na mídia – Acesso digital a serviços públicos gera economia de R$ 1,7 bi por ano

A Agência Brasil, agência de notícias pública pertencente à EBC, noticiou um importante resultado divulgado pela Secretaria de Governo Digital do Ministério da Economia. Segundo o ente, o governo federal, ao longo de 2020, superou em 20% a meta da transformação digital de serviços públicos: foram 503 serviços disponibilizados de maneira online desde janeiro. E todo este processo, que teve participação intensa de Dataprev e Serpro, trouxe notáveis ganhos financeiros para o Estado e para o cidadão.

Segundo a secretaria, com os resultados desde janeiro, R$ 1,7 bilhão deixa de ser gasto anualmente pelo governo e pela sociedade. Quem mais poupa é o cidadão – o equivalente a R$ 1,38 bilhão – por não perder mais tempo de trabalho nem pagar pelo deslocamento ou por despachantes para agilizar a prestação do serviço.”

Como repetidamente afirmamos ao longo de nossa campanha contra a privatização de Dataprev e Serpro, vender as empresas que são – hoje em dia – os motores da área de Tecnologia da Informação do governo federal é entregar este processo de transformação digital, que é essencial para o país, nas mãos de terceiros cujo compromisso com o cidadão e com a nação não estão em primeiro lugar.

A criação, a implantação, e a manutenção de serviços públicos informatizados é vital para a saúde de um Estado no século 21; e ao deixar estas tarefas nas mãos do capital privado, o governo abandona o papel de protagonista tanto de sua própria digitalização quanto de propulsor da economia que este processo pode gerar.

Com Dataprev e Serpro devidamente públicas, o Estado brasileiro conservará uma parte considerável de seu braço tecnológico, mantendo duas parceiras que – há mais de quatro décadas – não são somente empresas controladas pelo governo federal, mas também parte integrante da máquina pública; e que, assim sendo, garantem que esses serviços fiquem operantes e atualizados independentemente de circunstâncias financeiras, contratuais, ou políticas.

Para ler a matéria completa, acesse o link http://agenciabrasil.ebc.com.br/geral/noticia/2019-12/acesso-digital-servicos-publicos-gera-economia-de-r-17-bi-por-ano

Compartilhe:

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *