campanha.salveseusdados@gmail.com

Perguntas Frequentes

Perguntas Frequentes sobre a Campanha de Marketing e Estratégia Parlamentar,
e o seu Financiamento Coletivo


Já respondi a pesquisa o que mais eu tenho que fazer?


Confirmar a sua contribuição financeira, através do site de financiamento coletivo Abaca$hi ou transferência bancária, e convencer mais colegas da Dataprev e do Serpro a participarem.

Abaca$hi
https://abacashi.com/p/salve-seus-dados

Banco do Brasil
Agência: 1569-5
Conta Corrente: 27.211-6
ANED – Associação Nacional dos Empregados da Dataprev
CNPJ: 29.255.585/0001-72
Banco do Brasil

Por que a campanha é conjunta Dataprev e Serpro?


Porque unidos somos mais fortes!
Porque a pauta de luta tem total sinergia e a pesquisa para o financiamento comprovou a tese de que não é viável financeiramente fazermos 2 campanhas em separado.

Quem está organizando essa campanha?


Colegas voluntários da Dataprev e do Serpro de vários estados do Brasil: Ceará, Distrito Federal, Goiás, Minas Gerais, Paraíba, Pernambuco, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, São Paulo…

O que é ANED?


Associação Nacional dos Empregados da Dataprev. É uma entidade jurídica de abrangência nacional, localizada no Rio de Janeiro, representativa de todas as associações estaduais dos empregados da Dataprev.
O Serpro não possui uma entidade equivalente.

Por que a campanha tem o formato que foi proposto?


As iniciativas de marketing feitas de forma voluntária tiveram um retorno extremamente baixo e frustrante.
As conversas com colegas de outras empresas que também estão lutando contra a privatização revelaram a extrema necessidade de um assessor parlamentar e de contatos frequentes com o parlamento.
As iniciativas jurídicas já estão devidamente encaminhadas pela FENADADOS, FNI e sindicatos.

Por que não focamos só na campanha de marketing?


Porque o marketing sozinho não consegue conquistar os votos que precisamos no parlamento. Hoje a oposição tem aproximadamente 120 votos e precisamos avançar no centro e na direita para abortar a pauta de privatização das nossas empresas.

Por que não focamos só no convencimento dos parlamentares?


Os parlamentares precisam estar seguros de que há um forte apoio popular para votarem contra o governo. E o material produzido ajudará também no convencimento dos parlamentares. Por último, alguns parlamentares favoráveis à nossa causa já nos pediram material profissional para divulgação.

Por que o site Salve Seus Dados só fala da Dataprev?


Porque ele foi construído de forma voluntária por empregados da Dataprev e não foi possível atualizá-lo antes da campanha.
Tão logo o novo governo com sua agenda privatista tomou posse, as representações dos trabalhadores das duas empresas consolidaram uma rede nacional de OLTs e várias iniciativas foram desenvolvidas de forma totalmente voluntária:

  • Criação do site Salve Seus Dados
  • Elaboração de dossiês
  • Contatos com dezenas de parlamentares
  • Audiências nas assembleias estaduais
  • Criação de redes sociais: Facebook, Instagram, Twitter e YouTube

Com maior participação de empregados da Dataprev, os conteúdos produzidos falam mais sobre essa empresa.
Quando contratarmos a agência de marketing, as primeiras tarefas previstas são justamente a remodelagem do site da campanha e de todas as redes sociais. Daí em diante, os conteúdos serão proporcionais Serpro e Dataprev.

O site só vai falar da Dataprev?


Não. A campanha busca produzir conteúdos proporcionais ou mesmo únicos para Serpro e Dataprev.
Precisamos da arrecadação do primeiro mês para contratarmos a agência de marketing que vai remodelar o site adaptando-o para uma campanha mais eficiente e equilibrando o conteúdo entre as duas empresas.
Lembrando que sempre é desejável que os empregados enviem conteúdos a serem desenvolvidos na campanha.

A gente vai falar numa linguagem única?


Não. O planejamento da campanha define o tom de voz da mesma, mas as mensagens produzidas serão customizadas de acordo com a segmentação do público-alvo para atingirmos pessoas de diferentes opções políticas e extratos sociais.

Os funcionários da Dataprev estão bancando sozinhos a defesa do Serpro?


Não. E o resultado da nossa pesquisa foi bem claro quanto a isso:

  • 580 respostas de empregados da Dataprev
  • 692 respostas de empregados do Serpro

Abstraindo questões quanto ao tamanho das duas empresas, o financiamento da campanha contra a privatização ficará bem equilibrado caso as pessoas que responderam à pesquisa confirmem as suas contribuições financeiras.
O grupo de trabalho que organiza todas as ações possui empregados de ambas as empresas.

Os funcionários da Serpro estão bancando sozinhos a defesa do Dataprev?


Não. E o resultado da nossa pesquisa foi bem claro quanto a isso:

  • 580 respostas de empregados da Dataprev
  • 692 respostas de empregados do Serpro

Abstraindo questões quanto ao tamanho das duas empresas, o financiamento da campanha contra a privatização ficará bem equilibrado caso as pessoas que responderam à pesquisa confirmem as suas contribuições financeiras.
O grupo de trabalho que organiza todas as ações possui empregados de ambas as empresas.

Só a defesa na esfera jurídica não é suficiente?


Não. Conversamos com vários colegas de outras empresas, parlamentares e assessores e foi unânime que a estratégia com mais chances de vitórias é lutar com todas as armas possíveis:

  • Jurídico
  • Marketing
  • Assessor parlamentar
  • Contatos frequentes com parlamentares de todos os espectros

Inclusive as ações são complementares, por exemplo: o assessor parlamentar pode nos sugerir uma iniciativa na esfera jurídica e precisaremos dos advogados para isso.

Vale lembrar que recentemente a luta contra as privatizações teve duras derrotas jurídicas tanto na Petrobrás quanto nos Correios.


Por que a FENADADOS e os sindicatos não estão à frente disso?
Porque eles estão liderando a iniciativa jurídica.

Pra quem eu envio os comprovantes dos depósitos ou transferências?


Não precisamos dos comprovantes.

Até que dia eu preciso doar?


Até o último dia do mês. O fundamental é doar uma vez por mês para que a gente possa fazer os pagamentos mensais dos profissionais.
Para esse primeiro mês, é importante doar tão logo quanto possível pra gente iniciar a elaboração do contrato com a agência de marketing.

Quanto eu preciso doar?


Quanto você puder.
Não sugerimos valores fixos de doação e optamos por deixar tudo bem flexível.
Idealmente, doe pelo menos o que você respondeu na pesquisa, pois o planejamento financeiro da campanha foi feito com base nas respostas da pesquisa.
Se você conseguir a adesão de mais colegas, a campanha fica mais forte e o valor per capita fica mais baixo para cada empregado.
Se você não respondeu à pesquisa, não tem problema. Sempre é tempo para se engajar na campanha.
Se todos os empregados das duas empresas doassem, a contribuição bastaria ser de incríveis CINCO REAIS.
Se 900 empregados das duas empresas juntas doarem CINQUENTA REAIS, a gente atinge a meta.
A título de curiosidade, a contribuição média na pesquisa ficou em R$ 32,66, no entanto a contribuição média das doações realizadas até 06/11 ficou em R$ 59,60.
A pesquisa comprovou que a campanha é totalmente viável. Vamos lá!

Quanto eu disse que doaria na pesquisa?


Se você se identificou na pesquisa, envie um e-mail para campanha.salveseusdados@gmail.com que nós te responderemos informando o valor que você informou na pesquisa.

E se eu me esquecer de doar algum mês?


Pretendemos ter a segurança financeira de manter a campanha mesmo que algumas pessoas não consigam contribuir em alguns meses.
Mas recomendamos fortemente que você cadastre doações recorrentes no Abacashi ou transferências recorrentes no seu banco. Isso vai te dar mais comodidade e mais segurança para a organização da campanha.

Por que vocês fizeram aquela pesquisa?


Para avaliar a viabilidade financeira do projeto e seguirmos com o próximo passo, justamente o lançamento do financiamento coletivo: a hora de botar a mão na massa!
Também serviu para nos apresentarmos aos colegas, dizer que a campanha estava prestes a iniciar e aprimorarmos as nossas técnicas e ferramentas de comunicação com todos os colegas da Dataprev e do Serpro.
Como efeito colateral, também coletamos insights para a campanha em si e aumentamos muito a sinergia do grupo de trabalho voluntário.

Como foi definida a meta de arrecadação?


Somando todas as 1297 respostas individuais da pesquisa, incluindo empregados do Serpro, da Dataprev, de outras empresas e aposentados.
Quem respondeu que doaria até X, consideramos o valor X.

Vocês preferem a doação pelo Abacashi ou por transferência bancária?


Tanto faz. O que for mais conveniente para você. Discutimos internamente e optamos por lançar 2 canais para deixar tudo muito flexível.
Cada canal tem as suas vantagens para a campanha.

Por que tão pouca gente se comprometeu a patrocinar a campanha?


Podemos citar vários motivos: falta de engajamento, falta de confiança, falta de esperança, falta de dinheiro, falta de comprometimento, falta de memória, bem como falta de comunicação, principalmente no Serpro. O Serpro não possui uma “ANED”, uma associação nacional com os e-mails de todos os empregados, então estamos com dificuldades de contactar todos os colegas. É muito importante que você repasse todos os conteúdos da campanha para os seus contatos mais próximos, inclusive faça um trabalho pessoal de convencimento para conseguirmos avançar. Juntos somos mais fortes!

Como vocês chegaram no orçamento da campanha?


Ao longo do ano de 2020, entrevistamos 8 agências de marketing de diversas regiões do país e 3 assessores parlamentares.
Recebemos as mais variadas propostas de conteúdo e orçamento e ajustamos para as que tinham melhor custo-benefício diante do trabalho pretendido.

Como vocês escolheram os profissionais a serem contratados?


Ao longo do ano de 2020, entrevistamos 8 agências de marketing de diversas regiões do país e 3 assessores parlamentares.
Recebemos as mais variadas propostas de conteúdo e orçamento.
Dentre as propostas consideradas viáveis, o grupo de trabalho voluntário escolheu por VOTAÇÃO os profissionais mais adequados diante do dinheiro disponível e dos objetivos a serem alcançados.

Por que a gente simplesmente não adere a outras campanhas que já existem?


A experiência mostra que geralmente somos “engolidos” quando participamos de campanhas com gigantes como Petrobras, Correios e Eletrobras.
A nossa pauta acaba ficando silenciada e entrando no discurso comum de “diga não às privatizações”.
Nós vislumbramos atingir um público que se mostre suscetível a ser contra a privatização de empresas estratégicas para o funcionamento continuado do Estado.
A sociedade em geral e os parlamentares conhecem muito pouco a nossa realidade e precisam ser esclarecidos.
Finalmente, a gente acredita (e a pesquisa comprovou) que temos potencial para desenvolver uma campanha exclusivamente nossa.

Posso contribuir só quando eu perceber que a campanha já tá dando resultados?


A gente tem convicção que a agência de marketing vai aumentar e muito o engajamento na campanha.
Mas e se a gente não conseguir contratá-los?
Você pode ter desperdiçado uma grande chance de fazer a diferença.
Vamos começar com o pé direito para que a nossa campanha seja muito forte e só cresça.
A arrecadação do primeiro mês é fundamental para o lançamento pleno da campanha!

Por que só agora essa campanha?


Porque houve toda uma preparação prévia e estudo de viabilidade.
É importante observar que existem outras categorias que fazem campanhas de marketing PERMANENTES para aumentar a sua valorização perante a opinião pública.

E se mesmo com essa campanha a gente não conseguir evitar a privatização da Dataprev e do Serpro?


Essa é uma hipótese plenamente possível.
Mas as nossas chances de vitória aumentam consideravelmente se fizermos uma grandíssima campanha de marketing e convencimento do parlamento.
E ainda teremos a consciência tranquila de termos tentado tudo o que era possível.
Vamos lá!
O não a gente já tem. Vamos tentar o SIM!

Como eu faço mesmo para doar?



Acesse o site do nosso financiamento coletivo na plataforma Abaca$hi:
https://abacashi.com/p/salve-seus-dados

ou

Faça uma transferência ou depósito na conta da ANED:
Banco do Brasil
Agência: 1569-5
Conta Corrente: 27.211-6
ANED – Associação Nacional dos Empregados da Dataprev
CNPJ: 29.255.585/0001-72
Banco do Brasil




Compartilhe: